It’s not what you think

Worthwile reading.

The First Ten Words by Rich Larson

Chris Cornell, 1964-2017

Chris Cornell died early Thursday morning. He hanged himself in the bathroom of his hotel room in Detroit.

For two days, I’ve been working on a piece to pay tribute to him, and it’s been a struggle. Usually when I have a problem like this it’s because I’m staring at a blank screen trying to figure out what I want to say. That’s not the problem this time. The problem is I have way too much to say.

I’m not going to sit here and claim to have been a huge fan of Soundgarden. I didn’t dislike them, I just had to take them in small doses. I was a fan of Cornell. I love “Seasons,” the solo song he had on Cameron Crowe’s movie, Singles. It’s a droning acoustic song about isolation and the meaningless passing of time. Your basic nihilistic statement written at what was…

View original post 1,476 more words

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Inspiração

Se tem uma coisa que eu gosto, é fotografia. Tá bom, gosto de muitas outras. Mas fotografia é, e sempre foi uma das minhas preferidas. Gosto de ver, gosto de fotografar. Só não gosto de ser fotografada. :)

Tarefa da semana: dissertar sobre a banalização da fotografia, defendendo minha posição – contra ou a favor.

Fácil? Difícil? Se sou contra ou a favor? :o

Não conto.

Mas digo que várias músicas me ajudaram com a argumentação. Photograph do Ed Sheeran foi uma. Mas não a única.

(This is one of my favorites in a very long time. And it has a beautiful video – meaningful.)

We keep this love in this photograph
We made these memories for ourselves
Where our eyes are never closing
Our hearts were never broken
Times forever frozen still

Ed Sheeran – Photograph

 

Posted in Fotos, Ideias, Lembranças, Música, Memories, Music, Photos, PT-BR, Thoughts, Vídeo | Tagged , , , , , | Leave a comment

Feras precisam devorar livros!

Começou assim:  vi o post dos professores falando da iniciativa deles pra formar uma turma com 70 alunos sem condições de arcar com o custo do curso.
(Se você não sabe, o Anglo é um dos cursos pré-vestibular mais tradicionais da cidade de São Paulo, com alto índice de aprovação em Universidades como a USP e Unicamp, e não é dos mais baratos, com material didático e metodologia reconhecidos e utilizados Brasil afora)

Adorei! Precisavam de voluntários para o plantão de dúvidas, mas este ano não consigo me comprometer com nada do tipo. Aí apareceu a Vakinha pra ajudar com os custos de transporte e alimentação. Divulguei e fiz minha contribuição. Só que ainda parecia pouco. O que mais eu poderia fazer?

Foi então que a Fuvest divulgou a lista com as obras da leitura obrigatória para os próximos vestibulares. BINGO! Livros da lista antiga. Livros novos. Livros! Essa galera vai precisar de livros! E, ainda, não foram só 70. Tinha tanta gente com brilho nos olhos pra conseguir a vaga no Fera que os professores acabaram escolhendo 90 (NOVENTA) alunos – vinte além do esperado.

Por conta própria, comecei a pedir os livros da lista da Fuvest 2017 para amigos e familiares. Fui pedindo aqui, pedindo ali. Os pedidos foram se multiplicando. E continuam se multiplicando. E essa história ainda não tem fim. Simplesmente porque ainda falta livro. Já falei que são 90 alunos? E todos eles querem muito entrar numa boa universidade pra ter um futuro melhor? E você sabia que se cada um ajudar mais um, e assim por diante, teremos uma corrente praticamente infinita de boas ações? E já pensou que você poderia ser um desses alunos com brilho nos olhos e alguém como eu poderia te ajudar?

Se você pode, ajude. Pra você, não custa nada. Mas pra esses jovens, é muito.

 

Saiba mais sobre o Fera: https://www.facebook.com/feraanglo/

Lista da Fuvest

  • Iracema ‐ José de Alencar
  • Memórias póstumas de Brás Cubas ‐ Machado de Assis
  • O cortiço ‐ Aluísio Azevedo
  • A cidade e as serras ‐ Eça de Queirós
  • Capitães da Areia ‐ Jorge Amado
  • Vidas secas ‐ Graciliano Ramos
  • Claro enigma ‐ Carlos Drummond de Andrade
  • Sagarana ‐ João Guimarães Rosa
  • Mayombe – Pepetela

Lista da Unicamp

  • Coração, cabeça e estômago – Camilo Castelo Branco
  • Caminhos Cruzados – Érico Veríssimo
  • Til – José de Alencar
  • Terra Sonâmbula – Mia Couto
  • Sonetos – Luís de Camões
  • Poemas Negros – Jorge de Lima
  • Lisbela e o prisioneiro – Osman Lins
  • Conto: Amor, do livro Laços de Família – Clarice Lispector
  • Conto: Negrinha, do livro Negrinha – Monteiro Lobato

Endereços do Anglo (Não esqueça de indicar que é para o Fera Anglo)

  • João Dias – Av. João Dias, 1645
  • Sergipe – Rua Sergipe, 58 – Consolação
  • Tamandaré – Rua Tamandaré, 596 – Liberdade
  • Anglo Tatuapé – Rua Antônio Camardo, 120

 

Assim que possível, publicarei os resultados. ;)

Posted in Books, Ideias, Internet, Livros, PT-BR, Trabalho | Leave a comment

Mais amor, por favor

Ouvi uma mensagem muito bonita hoje pela manhã, que me fez pensar em muitas coisas (como se precisasse disso pra eu pensar em muitas coisas ;)

Na volta pra casa, ouvi algumas versões de “Latch”, e reparei que não tinha visto o vídeo. N horas depois, lembrei disso, vim procurar outra coisa, e acabei caindo no vídeo do Sam Smith cantando a versão acústica. Nada demais. Lindo. Aí resolvi procurar a versão do Disclosure, e é MUITO BOM.

Aos homofóbicos e intolerantes de plantão, NÃO ASSISTA. Só que, diante de tanta violência, pessoas tirando a vida de outras pessoas a troco de nada, E DAÍ que tem homem com homem e mulher com mulher? É amor.

No que me diz respeito, se pudesse escolher, gostaria que todos encontrassem sua maneira de amar, ao invés de sair por aí machucando os outros, semeando a intolerância, tirando vidas.

Latch – Disclosure

You lift my heart up
When the rest of me is down
You, you enchant me, even when you’re not around
If there are boundaries, I will try to knock them down
I’m latching on babe
Now I know what I have found

I feel we’re close enough
I wanna lock in your love
I think we’re close enough
Could I lock in your love, baby?

Now I got you in my space
I won’t let go of you
Got you shackled in my embrace
I’m latching on to you

Now I got you in my space
I won’t let go of you
Got you shackled in my embrace
I’m latching on to you

I’m so encaptured, got me wrapped up in your touch
Feel so enamored, hold me tight within your clutch
How do you do it, you got me losing every breath
What did you give me to make my heart beat out my chest?

I feel we’re close enough
I wanna lock in your love
I think we’re close enough
Could I lock in your love, baby?
I feel we’re close enough
I wanna lock in your love
I think we’re close enough
Could I lock in your love, baby?

Now I got you in my space
I won’t let go of you
Got you shackled in my embrace
I’m latching on to you

Now I got you in my space
I won’t let go of you
Got you shackled in my embrace
I’m latching on to you

I’m latching on to you (I’m latching on to you)
I won’t let go of you (I won’t let go)
I’m latching on to you (I don’t wanna let go)
I won’t let go of you (I won’t let go, I won’t let go)

(I won’t let go, I won’t let go)

Songwriters
SMITH, SAM / NAPIER, JAMES / LAWRENCE, GUY / LAWRENCE, HOWARD
Published by
Lyrics © Sony/ATV Music Publishing LLC, Universal Music Publishing Group
Posted in Espiritualidade, Família, Lembranças, Música, PT-BR, Vídeo, Video | Tagged , , , | Leave a comment

There Is A Light That Never Goes Out

The Smiths
(Morrisey/Marrs)

Take me out tonight
Where there’s music and there’s people who are young and alive
Driving in your car
I never never want to go home
Because I haven’t got one, anymore

Take me out tonight
Because I want to see people and I want to see lights
Driving in your car
Oh please don’t drop me home
Because It’s not my home, It’s their home
And I’m welcome no more

And if a double-decker bus crashes into us
To die by your side, such a heavenly way to die
And if a ten-ton truck kills the both of us
To die by your side
Well the pleasure and the privilege is mine

Take me out tonight
Take me anywhere, I don’t care, I don’t care, I don’t care
And in the darkened underpass I thought oh God,
My chance has come at last
But then a strange fear gripped me and I just couldn’t ask

Take me out tonight
Oh, take anywhere, I don’t care, I don’t care, I don’t care
Just driving in your car
I never never want to go home
Because I haven’t got one, Oh Lord
No I haven’t got one.

And if a double-decker bus crashes into us
To die by your side, such a heavenly way to die
And if a ten-ton truck kills the both of us
To die by your side
Well the pleasure and the privilege is mine

There is a light that never goes out (x8)

Posted in EN-US, Música, Music, PT-BR, Vídeo | Tagged , , | Leave a comment

Hold Back the River

8 de outubro de 2015, 21h57. Era isso que eu ouvia quando o telefone tocou.

“Hold Back The River”
James Bay

Tried to keep you close to me,
But life got in between
Tried to square not being there
But think that I should’ve been

Hold back the river, let me look in your eyes
Hold back the river, so I
Can stop for a minute and see where you hide
Hold back the river, hold back

Once upon a different life
We rode our bikes into the sky
But now we’re caught against the tide
Those distant days all flashing by

Hold back the river, let me look in your eyes
Hold back the river, so I
Can stop for a minute and be by your side
Hold back the river, hold back

Hold back the river, let me look in your eyes
Hold back the river, so I
Can stop for a minute and see where you hide
Hold back the river, hold back

Oh, oho, oho, oho, oho
Oho, oho, oho, oho

Lonely water, lonely water, won’t you let us wander
Let us hold each other
Lonely water, lonely water, won’t you let us wander
Let us hold each other

Hold back the river, let me look in your eyes
Hold back the river, so I
Can stop for a minute and be by your side
Hold back the river, hold back

Hold back the river, let me look in your eyes
Hold back the river, so I
Can stop for a minute and be by your side
Hold back the river, hold

Lonely water, lonely water, won’t you let us wander
Let us hold each other
Lonely water, lonely water, won’t you let us wander
Let us hold each other

Posted in Espiritualidade, Família, Lembranças, Música

Só para registrar…

Desequilíbrio. Difícil achar palavras pra descrever esse tipo de situação.

Dilma sanciona lei que concede pensão vitalícia para Lais Souza

Dilma sanciona lei que concede pensão vitalícia para Lais Souza

Ex-ginasta que ficou tetraplégica em 2014 após acidente em treino para os Jogos de Inverno receberá valor mensal de até R$ 4,6 mil

Ex-ginasta que ficou tetraplégica em 2014 após acidente em treino para os Jogos de Inverno receberá valor mensal de até R$ 4,6 mil

Para ler a matéria sobre a Lais, clique nas imagens. Não me atrevo a publicar o link sobre a Roseana. E se buscar por aí, vai achar muitos outros casos – e não foi preciso criar uma lei especial para isso. Patético.

Posted in Ideias, Política, PT-BR, Saúde | Tagged , , , , , , , | Leave a comment